Vai nascer uma fábrica de aviões no Alentejo que promete criar 1200 empregos

Projeto do CEiiA e Desaer vai desenvolver e produzir aeronave ligeira em Évora, no primeiro programa aeronáutico completo do país

O ambicioso projeto que junta o português CEiiA (Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto), sediado em Matosinhos, e a Desaer (Desenvolvimento Aeronáutico), uma empresa brasileira especializada na produção de aviões, é apresentado hoje, em Évora, com a presença de dois ministros – a ministra da Coesão Social e o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Trata-se, assim, de uma joint-venture luso-brasileira, que pretende criar 1200 empregos em cinco anos no Alentejo e ser o início de um projeto único no país, já que se trata do primeiro programa aeronáutico completo que vai desde o desenvolvimento, industrialização e operação de aeronaves de nova geração a partir de Portugal.

CEiiA à procura de engenheiros para Évora

As contratações já começaram e o site do CEiiA tem mesmo uma área que explica que tipo de perfil procura para o seu novo programa em Évora. Para já, pedem-se engenheiros de projeto, cálculo de estruturas, aerodinâmica, materiais, sistemas (elétricos, mecânicos e aviónicos), cargas e mecânica de voo, processo de produção e tolerânciamento, gestão de projeto, controlo e configuração de produto, entre outros.

Fonte: Diário de Notícias

Publicações Relacionadas

Deixe um comentário