Rivais de Matosinhos jogaram este sábado para a Taça de Portugal.

Leça FC 0-3 Leixões

 

Jogo ficou marcado ainda por episódios fora do relvado

 

O Leixões apurou-se hoje para a terceira eliminatória da Taça de Portugal em futebol, após derrotar o Leça por 3-0, numa partida com três jogadores expulsos, dois da equipa visitante.

Com a defesa do Leça a cedo acusar a responsabilidade do jogo, uma perda de bola na área de Ramalho, aos dois minutos, deu a Pedro Henrique a oportunidade de abrir o marcador para o Leixões, com um remate que passou por entre as pernas de Bruno Monteiro.

O dérbi de Matosinhos, que quase encheu as bancadas do estádio, foi repleto de episódios, com Pedro Henrique a perder o segundo golo aos 18 minutos, seis minutos antes de ter de abandonar o jogo em maca.

O minuto 33 quase ditou o empate, em duas ocasiões, depois de Bura, primeiro, e Pedro Monteiro, depois, terem deixado a bola à mercê dos leceiros, mas em ambas os lances o estreante Luís Ribeiro saiu dos postes para afastar o perigo.

Vibrante, a partida voltou a viver um momento alto quando aos 36 minutos, de livre direto, Breitner atirou ao ângulo superior direito, respondendo o guardião anfitrião com uma defesa felina para canto.

A segunda parte ameaçava ser mais do mesmo, com o Leixões a dispor das melhores ocasiões para marcar até que Pedro Prazeres (72) aproveitou um desentendimento entre Pedro Monteiro e Luís Ribeiro para atirar ao poste.

O arremesso de petardos pela claque do Leixões ditou a interrupção do jogo aos 80 minutos, surgindo dois minutos depois Kukula, de cabeça, a fazer o segundo tento, para nos descontos, ser a vez de Erivaldo surgir na cara do guarda-redes a fazer o terceiro golo num ‘chapéu’.

Publicações Relacionadas

Deixe um comentário