Rapariga violada em festas

Menina começou a ser abusada aos 9 anos por um sapateiro que era próximo da família.

Pelo periodo de 1 ano aproveitava as festas e jantares em casa de um casal amigo para abusar sexualmente da filha de ambos, de apenas 9 anos. 

A menina era ameaçada pelo sapateiro, de 65 anos, para manter em segredo as violações que sofria na sua própria casa, na cidade do Porto, mas também na casa de outros familiares, no concelho de Gondomar. 

O pedófilo foi detido pela Polícia Judiciária do Porto e levado ontem, dia 13 de junho, a primeiro interrogatório.

Está acusado de abuso sexual da criança e pode ser condenado a uma pena de prisão até dez anos. 

O juiz de instrução deixou-o em liberdade, sujeito a apresentações periódicas e proibido de contactar a vítima.

Os abusos começaram em 2018 sendo que os pais da vítima nunca desconfiaram de nada, nem estranharam o facto de o arguido se tornar muito próximo da menina, mostrando-se sempre atencioso com a criança. 

Os abusos decorriam quando havia muitas pessoas nos jantares festivos.O sapateiro conseguia levar a menina para um quarto, forçando-a a práticas sexuais, por diversas vezes. 

A vítima foi sujeita a perícias médico-legais que confirmam ter sido vítima de abusos.

Assustada com as ameaças do pedófilo, que convencia a menina de que os pais nunca iriam acreditar nas palavras da mesma, a criança manteve-se em silêncio. 

Até que, há poucas semanas, não aguentou mais o terror em que vivia e contou tudo aos pais, que, de imediato, apresentaram queixa na Policia Judiciária do Porto.

Notícia: Daniel Bento

Publicações Relacionadas

Deixe um comentário