Portuguesa invisual Marta Paço de 14 anos sagrou-se campeã da Europa de surf adaptado

Aos 14 anos a surfista portuguesa conquistou a medalha de ouro na classe AS-VI,no primeiro campeonato de surf adaptado,na praia do Cabedelo,em Viana

O presidente da Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência, João Aranha, adiantou que a atleta invisual entrou na primeira bateria do dia, tendo-se sagrado campeã europeia individual feminina e, após disputar na Open AS-VI com os atletas masculinos alcançou o terceiro lugar no primeiro campeonato europeu de surf adaptado.

Além de Marta Jordão Paço, a seleção é composta por Nuno Vitorino, Camilo Abdula e Nuno Maltêz.

Segundo João Aranha, Camilo Abdula é vice-campeão europeu na classe AS1, Nuno Maltêz na categoria AS4 e Nuno Vitorino sagrou-se campeão europeu na categoria AS 5 Assist.

Por equipas, a seleção nacional conquistou a medalha de bronze.

O presidente da Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência referiu ainda que este 1º European Adaptive Surfing Championship foi um sucesso, destacando a organização exemplar do Surf Clube de Viana e da autarquia, que apoiou o evento desde o início.

“Para a seleção portuguesa foi muito bom. Os atletas da seleção nacional foram todos à final e o resultado de uma equipa que tem metade da dimensão das outras, o terceiro lugar, é muito bom”, destacou João Aranha.

O primeiro campeonato europeu de surf adaptado começou no dia 21 com a presença de seis seleções nacionais, entre Portugal, Espanha, Itália, França, Reino Unido e Alemanha. A organização é da Câmara Municipal, pelo Surf Clube de Viana, da Federação Europeia de Surf, a Federação Portuguesa de Surf, da Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência, do Instituto Português do Desporto e Juventude, e do Comité Paralímpico de Portugal.

Notícia:Daniel Bento

Publicações Relacionadas

Deixe um comentário