Nokia contrata 100 profissionais para centro de excelência em Portugal

O centro de excelência da Nokia em Portugal vai “desempenhar um papel à escala global”, anunciou a companhia.

A Nokia anunciou esta quarta-feira, na Web Summit, que decidiu criar um centro de excelência em Portugal, que vai implicar a contratação de 100 profissionais na área das tecnologias de informação.

O Centro de Excelência de Portugal vai “desempenhar um papel à escala global, agregando experiência em áreas como Customer Relationship Management, Enterprise Resource Planning, Cyber Security, Big Data, Agile Development e DevOps, Cloud Solutions, Automatização e Inteligência Artificial”, refere um comunicado.

O anúncio foi feito na Web Summit, em Lisboa, na presença do primeiro-ministro, António Costa, no ‘stand’ da StartUP Portugal.

A escolha de Portugal para este centro deve-se à “qualificação dos profissionais da área de Tecnologias de Informação portugueses, assim como o fato do país estar localizado numa zona em que o fuso horário permite atender às necessidades da empresa a nível global”.

A companhia finlandesa assinala que “está a promover um processo global de transformação das suas operações e, paralelamente, a criação de uma sólida estrutura de IT que suporte a crescente procura de redes e serviços 5G, Cloud e ‘Internet das Coisas’”, sendo que neste âmbito da criação do centro de excelência em Portugal está à procura de profissionais de várias áreas, “tais como solution owners e solution architects, software developers, gestores de produto e de projeto”.

Nos próximos meses a companhia pretende integrar os profissionais selecionados, que terão entre três a dez anos de experiência.

A Nokia não revela ainda a cidade que vai receber este centro, sendo que em Portugal a companhia tem em Aveiro uma unidade de inovação e um dos centros internacionais de engenharia.

“A Nokia dá extrema importância às suas operações em Portugal e ao talento dos engenheiros portugueses. É por esta razão que investimos uma vez mais no país para criar um Centro de Excelência em IT que vai apoiar a transformação global da empresa”, diz Ursula Soritsch-Renier, Chief Information Officer da Nokia, citada no comunicado.

“Estamos à procura de competência técnica de alto nível e da vontade de fazer a diferença. Em troca, oferecemos um ambiente internacional único, formação contínua e a oportunidade de moldar o futuro das tecnologias de informação”, acrescentou a CIO.

Citada pela Lusa, Ursula Soritsch-Renier adiantou ainda que a empresa vai apostar no desenvolvimento de mais recursos na área da Inteligência Artificial e que espera uma “boa cooperação entre Portugal e a Nokia”.

Após o anúncio, o primeiro-ministro congratulou-se com a criação daquele centro da empresa de telecomunicações e tecnologia finlandesa em Portugal.

Fontes: jornaldenegocios

Publicações Relacionadas

Deixe um comentário