Matosinhos que fechar “fronteiras” e escolas

A Câmara de Matosinhos decidiu, esta terça-feira, pedir ao Governo a proibição da circulação com concelhos limítrofes e o encerramento das escolas do 3.º Ciclo, Secundário e Profissional. Os centros comerciais passam a encerrar às 21 horas.

“A autarquia não pode intervir em áreas identificadas como fundamentais para conter a transmissão do vírus, como por exemplo, no Ensino e na limitação de deslocações. As decisões terão que ser tomadas na esfera do poder central, e ao nível regional. Não adianta um concelho, de forma isolada, adotar determinados procedimentos se os concelhos vizinhos não fizerem o mesmo”, avançou a presidente da autarquia, Luísa Salgueiro, esta terça-feira à tarde, durante a reunião da Comissão Municipal da Proteção Civil, que contou com a participação da Administração Regional de Saúde do Norte.

De acordo com o comunicado emitido no final da reunião, os membros que compõem a Comissão Municipal de Proteção Civil aprovaram, por unanimidade, “recomendar ao Governo que seja determinada a proibição de circulação entre concelhos limítrofes, à semelhança da medida aplicada aos municípios de Lousada, Paços de Ferreira e Felgueiras”.

Fechar as escolas é outra das soluções preconizadas pela autarquia, que vai pedir ao Governo que implemente o “ensino à distância para o 3º ciclo, Ensino Secundário, Profissional e Universitário”. A autarquia vai revelar novas medidas esta quarta-feira de manhã, mas adianta que os centros comerciais do concelho, onde se inserem o Mar Shopping e o Norte Shopping, passam a encerrar às 21 horas.

Fonte: Notícias ao Minuto

Publicações Relacionadas

Deixe um comentário