Pescadores que sobreviveram a um naufrágio, esta sexta-feira de madrugada em Esmoriz

Os seis pescadores que sobreviveram a um naufrágio, esta sexta-feira de madrugada, desembarcaram pelo próprio pé ao fim da manhã, em Leça da Palmeira.

Os seis homens desembarcaram, esta sexta-feira de manhã, em Leça da Palmeira. Saíram da embarcação da Estação de Salva-Vidas pelo próprio pé. Estão aparentemente bem de saúde, mas um dos pescadores foi conduzido ao hospital, com dores nas costas.

Segundo o comandante do Porto de Leixões, o capitão-de-mar-e-guerra Rodrigues Campos, a embarcação começou a meter água durante a madrugada. Os pescadores só tiveram tempo de enviar o pedido de socorro, que foi recebido no Centro de Coordenação de Busca e Salvamento, em Lisboa, às 4.30 horas da madrugada.

Três dos sete homens conseguiram entrar para uma balsa e quatro ficaram na embarcação. Os pescadores voltaram para trás para recolher os companheiros e mais três entraram a bordo da balsa.

Um pescador que não conseguiu entrar na balsa acabaria por ser resgatado por um helicóptero da Força Aérea, já em paragem cardiorrespiratória. Foi “transportado para o aeródromo de Ovar, onde viria a ser declarado o óbito”, informou a Marinha, em comunicado.

Os tripulantes foram resgatados pelo navio mercante Wec Van Gogh, proveniente de Sines, que foi acionado pelos meios de socorro por se encontrar perto do local do naufrágio. Aproximou-se de terra para deixar os pescadores sobreviventes ao cuidado de uma embarcação da Estação de Salva-Vidas e rumou a Vigo, destino final da viagem.

Publicações Relacionadas

Deixe um comentário