Falta de luz na marginal de Leça da Palmeira é critica dos comerciantes

Donos de bares queixam-se de abandono por parte da autarquia e pedem um calçadão.

A falta de iluminação noturna e a gravilha que integra o passeio junto à linha da costa – que impede a prática de desportos e põe em causa a segurança das crianças que ali brincam – são apenas algumas das críticas feitas por comerciantes da praia de Leça da Palmeira.

“As praias de Leça da Palmeira foram abandonadas pela câmara. Na minha zona, não há entrada de acesso a deficientes. Já fui à câmara e pedem-me alvarás para tudo. Muitas licenças. Uma confusão e muito tempo perdido. Nem os carrinhos de bebé podem vir aqui. E tudo isto faz a clientela fugir. Nem transporte público há para quem quer vir para a praia”, indicou a proprietária do Beijo Bar.

Mas o que mais atormenta os comerciantes mesmo é a marginal. “Estas pedrinhas não dão para andar sequer de skate. E as crianças? Não podem correr porque, se caem, ficam logo magoadas. Porque não temos uma marginal igual à de Matosinhos?”, questiona Emília Torrinha. Realça também que, nas praias de Leça da Palmeira, não há “muita animação durante o verão”.

Notícia: Cassandra Pinto

Publicações Relacionadas

Deixe um comentário