Duas mil pessoas juntaram-se este sábado, 20 de Julho, para o primeiro Matosinhos Pride.

 O evento realizou-se na Quinta da Conceição, em Leça da Palmeira. “O balanço é totalmente positivo. Esperava mais pessoas, mas não podemos esquecer que decorreu o festival Meo Marés Vivas no mesmo fim-de-semana. Tudo o resto foi muito positivo: o público, as intervenções, a forma como dançaram”, relatou Paula Allen, da Associação Plano i  ao  P3

A ideia surgiu em 2015 e teve como base o Arraial Pride em Lisboa. “A minha ideia era conseguir fazer um evento do género no Norte”, explica Paula. Com início às 18horas, o evento de sábado prolongou-se até às 2h, contando com actuações de artistas como Os Azeitonas, as drag queens do Zoom Porto, duas academias de dança e três DJ. “Vieram todos a título voluntário”, atesta Paula Allen, garantindo que nenhum artista recebeu qualquer cachet pelas actuações. 

O primeiro Matosinhos Pride teve a parceria da Câmara de Matosinhos e a presença no recinto das barraquinhas de várias organização não-governamentais. O sucesso do evento leva a prever que, em 2020, o arraial se volte a repetir. “Se a câmara e a Junta de Freguesia de Leça da Palmeira quiserem, claro que sim”, garante Paula Allen. 

Publicações Relacionadas

Deixe um comentário