Covid-19: Hospital e centros de saúde de Matosinhos com espaços exclusivos para casos suspeitos

O Hospital Pedro Hispano e quatro centros de saúde, integrados na Unidade Local de Saúde de Matosinhos (ULSM), criaram espaços exclusivamente dedicados ao diagnóstico de casos suspeitos de infeção pelo novo coronavirus.

Na sua página oficial, a ULSM adiantou que no Hospital Pedro Hispano esse espaço está no serviço de urgência, onde funcionava a colheita de análises, sendo o acesso feito pelo exterior e separado da admissão dos restantes doentes.

Este local de acolhimento destina-se exclusivamente a doentes que apresentem queixas respiratórias, febre e tosse, sintomas do novo coronavirus.

“Ao dirigir-se ao local, o doente é submetido a um conjunto de questões, nomeadamente se tem tosse, febre, dificuldades respiratórias ou dores de garganta e, a partir dessa primeira triagem, segue o percurso pela urgência geral ou é orientado para este novo circuito onde está disponível uma equipa de profissionais de saúde devidamente preparada”, explicou, na informação disponibilizada.

Nas restantes situações, o circuito do serviço de urgência mantém-se inalterável.

No âmbito desta reorganização da resposta assistencial, a ULSM criou ainda estas áreas dedicadas à Covid-19 nos edifícios dos centros de saúde de Matosinhos, Leça da Palmeira, São Mamede de Infesta e Senhora da Hora, no distrito do Porto.

Outra das mudanças passa pelo Serviço de Atendimento a Situações de Urgência (SASU) que funcionará aos fins de semana e feriados das 09:00 às 19:00, salientou.

Em Portugal, há 23 mortes e 2.060 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde.

Dos infetados, 201 estão internados, 47 dos quais em unidades de cuidados intensivos.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril.

Além disso, o Governo declarou na terça-feira o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.

Fontes: 24.sapo

Publicações Relacionadas

Deixe um comentário