As novas regras do Estado de Emergência

Esta terça-feira (24 de novembro) entraram em vigor as novas regras do segundo período do estado de emergência, que vão estar em vigor nos próximos quinze dias (até 8 de dezembro), e que pela primeira vez fazem um escalonamento a quatro níveis dos vários concelhos do país, segundo o risco de contágio por covid-19 – “extremamente elevado”, “muito elevado”, “elevado” e “moderado”. Há regras que são nacionais, mas que são agravadas no caso dos concelhos em risco elevado ou extremamente elevado, valendo neste caso as medidas específicas para estes grupos.…

Leia Mais

Fins de semana dos feriados com mais restrições

A proibição de circulação entre concelhos entre 27 de novembro e 2 de dezembro e entre 4 e 8 de dezembro prevê um conjunto de 10 exceções, de acordo com o decreto do Governo que regulamenta a aplicação do novo Estado de Emergência devido à pandemia – e que entra em vigor às 00h00 de quarta-feira.  De acordo com o diploma, será proibido circular para fora do domicílio entre as 23h00 de 27 de novembro e as 5h00 de 2 de dezembro e entre as 23h00 de 4 de dezembro e as 23h59 de 8 de dezembro, “salvo por motivos de saúde…

Leia Mais

Costa destaca “dever cívico exemplar” dos portugueses no fim de semana

“Ainda este fim de semana, os portugueses deram uma demonstração de dever cívico exemplar na forma como acataram a necessidade de limitar a sua circulação a partir das 13h00 de sábado, noite de sábado e tarde e noite de domingo”, afirmou António Costa. Durante a cerimónia de homologação do ‘Acordo de Colaboração no âmbito do 1.º Direito para o Município do Porto’, o primeiro-ministro considerou que vivemos “momentos muito duros, de enorme pressão sobre o imediato e a necessidade de responder à emergência sanitária, económica e social”.  “Esta pressão sobre o presente e emergência…

Leia Mais

Matosinhos vai ter serviço de entrega gratuito de refeições

A presidente da Câmara Municipal de Matosinhos pede ao ministro da Economia mais apoios para a restauração que, devido ao agravamento das medidas de combate à pandemia, fica numa situação económica “muito comprometida”. Ouvida pela TSF, Luísa Salgueiro diz temer um cenário “devastador” se nada for feito. Numa carta dirigida a Pedro Siza Vieira, Luísa Salgueiro referiu que, em virtude do agravamento das medidas anunciadas pelo Governo no sábado, a situação económica dos restaurantes fica “muito comprometida e milhares de postos de trabalho em risco”. Desta forma, a autarca solicita…

Leia Mais