Bebé nasce em banheira após hospital mandar mãe para casa


O marido revelou que se soubesse o que ia acontecer a seguir não teria conduzido 25 minutos até casa.

Um casal do estado norte-americano da Virginia foi obrigado a fazer um parto de urgência em casa, mais concretamente na banheira da casa de banho, porque segundo dizem foram enviados para casa quando se dirigiram ao hospital.

LeeAnn Bienaime, de 27 anos, foi para o hospital depois de sentir contrações “intensas” que correspondiam na perfeição aos sinais que lhe tinham dito corresponder ao início do parto nas aulas pré-natais.

“Tinha a certeza que me iam receber”, contou ao programa de televisão Good Morning America, enquanto explicava o seu choque quando a mandaram embora justificando que estava com dois centímetros de dilatação em vez de cinco.

Poucas horas depois de a mulher entrar em casa, o bebé Joachim fez a sua entrada no mundo, com a ajuda do pai Leo Bienaime, de 29 anos, pois aconteceu tudo depressa demais para ser possível chamarem ajuda.

“Ele escorregou, eu apanhei-o e virei-o. Enrolei-o numa toalha e passei-lho”, contou o pai ao programa.

Mas apesar de tudo ter corrido bem, a mãe admitiu ter ficado “zangada”. “Toda a gente com quem falei depois disse-me que não deveria ter ido para casa. Devia ter fincado o pé e não me ter vindo embora”, admitiu. O marido disse ainda que se soubesse o que ia acontecer a seguir não teria conduzido 25 minutos até casa.

As primeiras fotografias do recém-nascido são motivo de brincadeira hoje em dia, com Leo a ter de explicar às pessoas “porque é que há champô por detrás” do bebé. Ao que costuma responder: “Não tentem isto em casa”.

LeeAnn diz que depois do sucedido o hospital lhe pediu imensas desculpas.

Fontes Noticias ao minuto

Publicações Relacionadas

Deixe um comentário