Autarquias de Matosinhos, Maia, Santo Tirso e Valongo juntam-se para recuperar Rio Leça

Até ao final de Novembro, vai ser formalmente constituída a Corredor Verde do Leça – Associação de Municípios.

O projeto vai juntar as câmaras municipais de Matosinhos, Maia, Santo Tirso e Valongo e visa promover a concretização do “Programa Estratégico para a recuperação do Rio Leça 2020/2030”, adianta a autarquia da Maia, em nota de imprensa.

“A Corredor Verde do Leça – Associação do Município nasce do labor do grupo de trabalho intermunicipal que permitiu a elaboração do Plano Estratégico. Este plano conta com 17 parceiros identificados na esfera pública, cientifica, cultural e local, 52 fichas de acção e 28 milhões de euros de orçamentação prevista”, acrescenta.

O Rio Leça nasce em Monte Córdova, Santo Tirso, e tem 44.8km de comprimento para o curso de água principal, atravessando os concelhos de Valongo e Maia e desagua no Porto de Leixões, em Matosinhos. Devido aos vários focos de poluição chegou a ser apontado como um dos rios mais poluídos da Europa. Ao longo dos últimos anos têm sido realizadas ações de recuperação e de promoção da sua despoluição.

Fonte: Verdadeiroolhar.pt

Publicações Relacionadas

Deixe um comentário