Após semana de sol, chuva e vento forte regressam na segunda-feira

“Para segunda-feira está prevista precipitação contínua, persistente, por vezes forte, e um aumento gradual da intensidade do vento. São situações típicas de outono com características mais severas, ou seja, precipitação forte e vento forte e provavelmente acompanhado também de agitação marítima forte”, destacou a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Ângela Lourenço reforçou: “é uma situação severa em que devemos ter cautelas. No entanto, é uma situação típica de outono. No outono já começam a aparecer situações de precipitação forte”. Segundo a meteorologista, esta situação deve-se…

Leia Mais

Governo “confortável” com qualquer decisão da AR sobre uso da aplicação

O Governo está confortável com qualquer que seja a decisão que a Assembleia da República venha a tomar, porque o que está em causa são dúvidas, e esclarecimentos, que todos temos consciência que existem”, assumiu Mariana Vieira da Silva, quando questionada pela agência Lusa se o Governo pondera recuar na obrigatoriedade da aplicação “StayAway Covid”. Em declarações à margem da inauguração do 109º Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM), a ministra de Estado e da Presidência disse que o Governo considerou “necessário dar este passo no sentido de…

Leia Mais

Calamidade: GNR já reforçou o patrulhamento e fiscalização das normas

A Guarda Nacional Republica (GNR) iniciou, esta quinta-feira, dia 15 de outubro, um reforço do patrulhamento e da fiscalização ao cumprimento das normas e medidas associadas à declaração da situação de calamidade, contribuindo para a prevenção da disseminação da Covid-19. Num comunicado enviado ao Notícias ao Minuto, esta força militar explica que, com a entrada em vigor das novas medidas, os militares vão “orientar o patrulhamento e a visibilidade policial para os locais de maior circulação e propícios ao ajuntamento de pessoas, como as escolas, superfícies comerciais e outras áreas…

Leia Mais

Estado de calamidade e suspensão da refinaria de Matosinhos agravam risco nos combustíveis

A Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE) aumentou o nível de risco do sistema petrolífero nacional, ou seja, da disponibilidade de combustíveis, de verde para amarelo. As causas são duas: a declaração do estado de calamidade pelo Governo e a anunciada suspensão do funcionamento da refinaria de Matosinhos, uma das duas refinarias que existem em território português.Fonte da ENSE adianta à TSF que este risco amarelo significa, na prática, um estado de prontidão intermédio para o eventual caso de ser preciso ativar as reservas petrolíferas nacionais se existir falta…

Leia Mais