Escultura de 300 mil euros vandalizada duas semanas depois de ser inaugurada

Autarquia defende que a verba faz parte do orçamento para a cultura e que não retira dinheiro de outras áreas de atuação, como a habitação social Duas semanas depois de ter sido inaugurada, uma escultura em Leça da Palmeira foi vandalizada na noite de sábado, com inscrições a criticar a Câmara de Matosinhos pelos mais de 300 mil euros gastos na obra de arte. As inscrições feitas na madrugada de sábado têm uma mensagem muito clara: condenam o preço pago pela Câmara Municipal pela obra do artista plástico Pedro Cabrita…

Leia Mais