Souto de Moura tem uma exposição em Matosinhos — e 12 igers foram lá antes de nós

“Uma palavra para a minha família”, diz Souto de Moura, a meio do discurso. “Aos meus irmãos que estão aqui, que vão tentando corrigir os meus excessos. À minha mulher com quem vivo há 40 anos (e só isto quer dizer muito). (…) Às minhas filhas maravilhosas. Aos meus netos — o mais pequeno não está cá, mas à Zezinha que às quartas-feiras vem jantar a minha casa e me recebe quando eu subo as escadas, normalmente atrasado para o jantar, abre os braços e diz: ‘Mon amour‘.” Ao ouvir…

Leia Mais